Existiam bebês na vida pré-mortal?

 

O conceito de crescimento a partir de algo que se parece com um bebê a algo que se parece com um adulto, é um processo terrestre e mortal. O Cristo pré-mortal disse ao irmão de Jared, que “todos os homens foram criados no princípio, a minha própria imagem.” (Éter 3:15.)

Uma comparação entre esta afirmação com aquela em que o Senhor diz que “todo o espírito do homem era inocente no princípio” (D & C 93:38) parece indicar que todos os espíritos dos homens foram organizados em seu estado pré-mortal para ser à imagem e semelhança de Deus.

As autoridades da Igreja têm descrito o nascimento do espírito como uma organização de matéria existente, isso por meio gestacional é claro.

Spencer W. Kimball escreveu: “Nossa matéria de espírito era eterna e co-existente com Deus, mas foi organizado em corpos espirituais por nossos Pais Celestiais” (O Milagre do Perdão, p. 5, Salt Lake City, 1969).

Marion G. Romney, da Primeira Presidência, falando da origem divina das pessoas como filhos de Deus, declarou: “Através desse processo de nascimento, a inteligência auto-existente foi organizada em seres espirituais individuais” (Ensign 8 novembro 1978,pág14) . O processo exato de como esta “organização” de inteligência em seres espirituais aconteceu não foi revelado para nós ainda “.

Se nossos pais celestiais geraram espíritos que pareciam bebês, em algum ponto no tempo eles teriam que parar de fazer isso, de modo que os espíritos pudessem progredir a um ponto onde eles poderiam usar sua inteligência e arbítrio para fazer a escolha entre Deus e o plano de Satanás. Mesmo as pessoas dizendo que “nasceram” como “filhos” de nossos pais celestiais, e que nós somos “filhos e filhas gerados por Deus” (D & C 76: 24),  as escrituras indicam que os nossos espíritos eram inocentes como uma criança em nosso primeiro estado. Sabemos que demorou para o Pai  e Mãe Celestial criarem os nossos espíritos, mas exatamente como foi feito é um mistério para nós.

Muitas autoridades gerais afirmam que sim, existiram bebês na vida pré-mortal, eu compartilho dessa opinião.

SUDBR © 2017. A visão exposta no artigo representa a opinião do autor e não necessariamente a posição da Igreja. Este website não é afiliado ou propriedade de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Para a posição oficial da igreja acesse LDS.org site oficial; Veja também os links no artigo.


SUDBR © 2017. Todos os Direitos Reservados. É proibída a reprodução total o parcial do conteúdo sem autorização expressa do Editor. O material disponível para download é para uso pessoal sem fins lucrativos, você não está autorizado a distribuir este(s) arquivo(s) de qualquer forma seja eletronicamente ou por qualquer outro meio.


COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 Resultados

A visão exposta nos comentários não representa necessariamente a posição da Igreja. Os comentários também não representam a opinião do SUDBR. A responsabilidade é inteiramente do autor do comentário. Leia nossa Política de Comentários


  1. Damares disse:

    Sabia que você era engenheiro, não escritor.
    Parabéns!

  2. Robson disse:

    Muito bom. Também acredito nisso.

  3. Luiz Carlos Duarte disse:

    Caro irmão Luciano, acho muito interessante os textos. São temas controversos apoiados por declarações de profetas antigos e atuais. A que Ala e Estaca você pertence irmão?
    Queria propor-lhe uma outra questão controversa;
    Apocalipse ensina que no Reino Celestial teremos uma variedade de animais além dos herdeiros deste reino. Poderiam ser nossos próprios animais de estimação com os quais convivemos aqui na Terra?

    • Antonio Lourenço Junior disse:

      Irmão Luiz,

      Sou da Ala Duque de Caxias, Estaca Rio de Janeiro.
      Eu me chamo Antonio, você chamou Luciano. Não sei se dirigiu-se a mim, porém posso tentar ajudar. Tenha essa crença pessoal de que nossos animais de estimação serão nossos. Eu me base-o em sentimentos e também nisso abaixo:
      Em uma revista em 1927 tem um registro sobre algo que Joseph Smith disse a esse respeito, ele disse que espera ter seu cavalo favorito com ele na eternidade. Coloquei em inglês, usa um tradutor da internet para ajudar se necessário.

      In the August 1927 edition of the Improvement Era, Elder Orson F. Whitney shared, “the affirmative of the question ‘Do Animals Have Souls?’ is amply sustained by divine revelation.” Speaking of the Prophet Joseph, he added, “Joseph Smith so believed, or he would not have said. . . concerning his favorite horse, when it died, that he expected to have it in Eternity.”

  4. Adriano disse:

    Você poderia me dizer quais Autoridades Gerais acreditam nisso e o que disseram?

    • Antonio Lourenço Junior disse:

      Na primeira é uma declaração oficial da primeira presidência, logo podemos entender que é uma Doutrina oficial, tem outras, coloquei uma de Joseph Smith falando de Idade em idade, essa porém é um pouco subjetiva, mas, a da primeira presidência é bem clara.
      A Primeira Presidência disse em 1909: “A doutrina da preexistência … mostra que o homem, como espírito, foi gerado e nascido de pais celestiais, e criado até a maturidade nas eternas mansões do Pai, antes de chegar a terra em um corpo temporal para experimentar uma experiência na mortalidade “. Joseph F. Smith, John R. Winder, and Anthon H. Lund, in Messages of the First Presidency, 4:205.
      O Profeta Joseph Smith afirmou: “A mente [espírito] ou a inteligência que o homem possui é co-igual com o próprio Deus … A inteligência dos espíritos não teve início, nem terá fim … Nunca houve um tempo em que não havia espíritos, porque eles são co-iguais [co-eternos] com nosso Pai celestial … A inteligência é eterna e existe sobre um princípio autoexistente. É um espírito de idade em idade, e não há nenhuma criação sobre isso “.Teachings of the Prophet Joseph Smith, 353-54.
      Espero ter ajudado.

  5. Irineu disse:

    Creio que na vida pre-mortal , tínhamos a estatura adulta, não éramos bebês. A mesma, digamos, formatação foi usada pelo Senhor quando criou Adão e Eva. Já os fez adultos e assim iniciaram suas jornadas na terra, provavelmente espelhando o padrão celestial. Já li também, em materiais da Igreja que quando saímos dessa vida, já assumimos uma estatura adulta, ainda que se tenha morrido quando criança.. Numa outra leitura, uma mãe que perdeu seu filho ainda pequeno, foi lhe dada o direito de criá-lo, na esfera espiritual como criança. E nesse caso, dizia o texto, foi lhe feito uma exceção para que esse direito que não teve em vida, lhe fosse dado àquela altura.

    • Antonio Lourenço Junior disse:

      Prezado Irmão Irineu,
      Obrigado por sua pergunta, muito bom seus comentários.
      Quero compartilhar uma declaração oficial da primeira presidência, veja abaixo que na declaração eles afirmam que depois do nascimento na vida pré mortal fomos criados nas mansões eternas até a maturidade…logo podemos concluir que éramos jovens e antes crianças.
      A Primeira Presidência disse em 1909: “A doutrina da preexistência … mostra que o homem, como espírito, foi gerado e nascido de pais celestiais, e criado até a maturidade nas eternas mansões do Pai, antes de chegar a terra em um corpo temporal para experimentar uma experiência na mortalidade “. Joseph F. Smith, John R. Winder, and Anthon H. Lund, in Messages of the First Presidency, 4:205.
      Creio que isso se repete no caso de Adão e Eva quando vieram para esta terra trazidos para cá de outro planeta, o corpo dos dois era diferente antes da queda, foram crianças mas quando chegaram aqui é bem provável que já tinham certa maturidade, não sei quanta. Quanto ao que você afirmou sobre saindo desta vida(mortal) aí sim penso que é adulto, mas falo do futuro. No caso do texto falei do passado, por isso acredito que existiam bebês.

    • Antonio Lourenço Junior disse:

      Outra coisa Irmão Irineu que gostaria de compartilhar com você, que podemos usar em nosso estudo e busca por conhecer o plano de Deus, pesquise sobre a idade da árvore.
      fala sobre o que você comentou em idade adulta..

      Doutrina e Convênios 101:30

      30 Nesse dia uma acriança não morrerá antes de envelhecer; e sua vida será como a idade de uma árvore.