Chá Verde (Palavra de Sabedoria)

Chá verde é um tipo de chá feito a partir da infusão da planta Camellia sinensis. É chamado de verde porque as folhas da erva sofrem pouca oxidação durante o processamento, o que não acontece com as folhas do chá preto. Algumas outras ervas são vendidas a título de chá verde, porém o verdadeiro chá verde é o feito a partir da folha do arbusto Camellia sinensis.

Muito popular na China e no Japão, há pouco tempo começou a ser consumido com maior freqüência no ocidente, tradicional consumidor de chá preto, devido tanto a uma tendência orientalista, quanto às propriedades antioxidantes a ela atribuídas.

A preparação do chá verde difere um pouco dos chás tradicionais. A água não deve estar fervendo, pois do contrário as folhas acabam sendo cozidas e proporcionando um gosto amargo à bebida. O tempo de infusão também não deve ser maior que 3 minutos

Até à invenção ocidental do chá preto na China, durante o século XVII, o chá não era dividido por cores, e era processado de maneira simples, a partir de folhas secas picadas, ou transformado em um bolo, comparável ao Pu-erh.

Originalmente da China, o chá foi levado ao Japão através de monges que viajavam entre os dois países. Curiosamente, o chá verde foi o único chá que se popularizou no Japão, mas foi de maneira única, tornando-se a bebida mais consumida do país, superando refrigerantes e bebidas alcoólicas.

O chá verde também é produzido em outros países da Ásia, inclusive em produtores tradicionais de chá preto, como Índia e Ceilão, mas com técnicas diferentes das japonesas.

Fora da Ásia, devido à imigração japonesa, o chá verde também é produzido no sudeste do Brasil, particularmente no estado de São Paulo. Embora existam marcas de qualidade reconhecida, é comum encontrar sob o nome de chá verde, compostos de plantas, incluindo o mate. Isso é devido à grande generalidade do termo chá usado no Brasil, que pode se referir a qualquer infusão, popularmente.

O Chá Verde é cultivado também no arquipélago dos Açores, mais própriamente na ilha de São Miguel. Sendo cultivado e comercializado o Chá Verde de tipo “Hysson”.

(fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre)

 

A revelação da Palavra de Sabedoria esta registrada em Doutrina & Convênios na sessão 89:

 4 Eis que, em verdade, assim vos diz o Senhor: Devido aamaldades e desígnios que existem e virão a existir no coração debhomens conspiradores nos últimos dias, eu vos cadverti e previno-vos, dando-vos esta palavra de sabedoria por revelação—

  5 Eis que não é bom nem aceitável aos olhos de vosso Pai que alguém entre vós tome avinho ou bebida forte, exceto quando vos reunis para oferecer vossos sacramentos perante ele.

  6 E eis que deve ser vinho, sim, avinho puro de uva da videira, de vossa própria fabricação.

  7 E também abebidas fortes não são para o ventre, mas para lavar vosso corpo.

  8 E também tabaco não é para o acorpo nem para o ventre e não é bom para o homem, mas é uma erva para machucaduras e todo gado doente, a qual se deve usar com discernimento e habilidade.

  9 E também bebidas quentes não são para o corpo nem para o ventre.

 

Bedidas Alcoolicas (D&C89:5-7)

Fumo: Cigarro, cachimbo e outros (D&C89:8)

Chá (preto) e Café (D&C89:9)

Porém é um pouco difícil entender o significado de Bebidas Quentes como Chá e Café. Por essa razão os profetas interpretaram isso. Esse entendimento encontra-se:

Manual 1 (2010)  17. Normas da Igreja –
17.2.11 Palavra de Sabedoria . . . . . . . . . . . . . . . . . . 178

Manual 2 (2010)  21. Seleção de Normas e Diretrizes da Igreja –
21.3.11 Palavra de Sabedoria . . . . . . . . . . . . . . . . . . 208

21.3.11

Palavra de Sabedoria

A única interpretação oficial de “bebidas quentes” (D&C 89:9) da Palavra de Sabedoria é a declaração feita pelos primeiros líderes da Igreja, explicando que a expressão “bebidas quentes” se refere ao chá da Índia ou chá preto (camellia sinensis) e ao café.

Os membros não devem usar nenhuma substância que contenha drogas ilegais, tampouco devem usar substâncias prejudiciais ou que causem dependência, exceto quando prescritas por um médico competente.

 (*a parte em vermelho foi acrescentada no Manual de Instruções da Igreja Volume 1 a partir da edição de 2006 pp. 200, edição 1998 pp. 156)

A erva Camellia sinensis da origem a diversos tipos de chá:  Chá Branco, Chá Verde, Chá Vermelho, Chá da Índia, Chá Preto etc.

Esta mesma espécie dá origem a milhares de chás diferentes, de acordo com as condições de cultivo, coleta, preparo e acondicionamento das folhas. No entanto, todos esses produtos podem ser divididos em quatro categorias distintas: Chá branco (não fermentado, produzido das mais tenras folhas, mais raro e caro), chá verde (levemente fermentado), chá oolong (com fermentação mediana, basicamente ficando entre o chá verde e o preto, mas com características degustativas geralmente mais a cerca do chá verde), e chá preto (bem fermentado, e forte).

Portanto a interpretação oficial da Igreja de  “bebidas quentes” se refere ao chá verde (Camellia sinensis).

Erva Mate (Ilex paraguariensis)

A respeito da erva mate, ou chá mate originário do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, a erva mate recebe muitos nomes populares, entre eles, erveira, erva, erva-verdadeira, erva-congonha, erva-chimarrão, chá-dos-jesuítas, chá-das-missões, congonha-das-missões, congonheira, mate-legítimo, mate-verdadeiro, chimarrão, tereré, tererê, chá verde nacional ou simplesmente mate. Quanto ao nome científico, são aceitas sinonímias: Ilex curitibensis Miers., Ilex domestica Reiss., Ilex mate St. Hill., Ilex sorbilis Reiss., Ilex vestita Reiss. e Ilex theaezans Bonpl. Já para os índios, a erva mate tinha nomes como caá, caá-caati, caá-emi, caá-ete, caá-meriduvi, caá-ti, caá-yara e caá-yarií.

 A Erva Mate não é Camellia sinensis, portanto a interpretação oficial da Igreja de “bebidas quentes” não se refere a erva mate.

Café

Existem muitos mitos sobre a Palavra de Sabedoria na Igreja, muitas pessoas falam que não há problema em beber café descafeinado, mas precisamos nos ater ao que é revelado pelos profetas (Escrituras, Manuais, Conferências Gerais etc.) o manual é claro sobre café,  a interpretação oficial de “bebidas quentes” se refere ao café (independente de ter ou não cafeína). Por outro lado, a interpretação oficial da Igreja de “bebidas quentes” não se refere a cafeína.

Muitos membros tendem a ensinar os males do café citando a cafeina, o que não é correto. O correto é simplesmente dizer que não fazemos uso de café por mandamento revelado por Deus ao profeta.

Conclusão

Gostaria de ressaltar que a Palavra de Sabedoria é uma lei de saúde, portanto precisamos literalmente ter sabedoria para seguir este mandamento; fazem parte deste mesmo princípio: descanso, não ter qualquer tipo de vícios prejudiciais a saúde, ter uma boa alimentação, fazer exercícios físicos etc.

Para cumprir Palavra de Sabedoria  temos as seguintes substâncias que não devemos fazer uso:

Bedidas Alcoólicas – D&C89:5-7

Fumo: Cigarro, cachimbo e outros – D&C89:8

Chá (Camellia sinensis*) e Café – D&C89:9 (explicado neste artigo)

Drogas Ilegais – (conforme escrito no manual 2010)

 

(*A erva Camellia sinensis da origem a diversos tipos de chá:  Chá Branco, Chá Verde, Chá Vermelho, Chá da Índia, Chá Preto etc.)

 

 18 E todos os santos que se lembrarem de guardar e fazer estas coisas, obedecendo aos mandamentos, receberão asaúde para o umbigo e medula para os ossos;
19 E encontrarão asabedoria e grandes tesouros debconhecimento, sim, tesouros ocultos;
20 E acorrerão e não se cansarão; e caminharão e não desfalecerão.
21 E eu, o Senhor, faço-lhes uma apromessa de que o anjo destruidor bpassará por eles, como os filhos de Israel, e não os matará. Amém.
(Doutrina & Convênios sessão 89)

 
(informações compilada por Leandro Ginatto)
 

SUDBR © 2017. A visão exposta no artigo representa a opinião do autor e não necessariamente a posição da Igreja. Este website não é afiliado ou propriedade de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Para a posição oficial da igreja acesse LDS.org site oficial; Veja também os links no artigo.


Você pode gostar...

SUDBR © 2017. Todos os Direitos Reservados. É proibída a reprodução total o parcial do conteúdo sem autorização expressa do Editor. O material disponível para download é para uso pessoal sem fins lucrativos, você não está autorizado a distribuir este(s) arquivo(s) de qualquer forma seja eletronicamente ou por qualquer outro meio.


COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

37 Resultados

A visão exposta nos comentários não representa necessariamente a posição da Igreja. Os comentários também não representam a opinião do SUDBR. A responsabilidade é inteiramente do autor do comentário. Leia nossa Política de Comentários


  1. Glauco Hoschette disse:

    Leonardo…
    Parabéns está melhor aqui que nos blogs em inglês .

    Sem margem para interpretação…

    Abraços

  2. lucas cavaleiro disse:

    Irmão Leonardo, parabéns pelo site e pela publicação. Fiz um extenso estudo sobre este assunto, posso compartilhar com você por email para dar uma olhada, não quero gerar mais discussão aqui no seu site. Você foi muito incisivo e esclarecedor, o manual de instruções é bem claro quanto ao assunto, principalmente após a inclusão do nome da planta em especifico no qual devemos nos abster de seus derivados. Chá preto, verde, branco, vermelho, são provenientes da mesma planta, como bem disse, o que muda é o processo de fermentação e oxidação. O problema do café e chá (preto, verde, branco) é a teína, este e o elemento que merece melhor estudo e debate. Por ser um alcaloide, substancia que age diretamente no sistema nervoso, altera substancialmente nossos sentidos e funções. Exemplos de alcalóides são: Morfina, cocaína e todos os derivados da papoula (entre muitos outros). Como bem disse e citado por outros irmãos, não é a cafeína o problema, mas sim a Teina ou os alcalóides. Um outro exemplo de substancia alcalóide é a fenilalanina, que muitas pessoas possuem intolerância. É encontrada em aspartames e refrigerantes. É uma substancia nociva para os mamíferos. Os alcalóides são substâncias que servem de proteção para as plantas, ou seja, um veneno natural. Tem outros usos específicos no metabolismo das plantas, por exemplo. Enfim, não pretendo me entender. Parabéns pelo blog e por disponibilizar livros tão valiosos, alguns deles no qual estava a anos a procura. Um abraço e feliz ano novo!

  3. Dennys Roa disse:

    A citação oficial do Manual 1 é esta:

    17.2.11
    Palavra de Sabedoria

    “A única interpretação oficial do que são as “bebidas quentes” (D&C 89:9) citadas na Palavra de Sabedoria é a declaração feita pelos primeiros líderes da Igreja, explicando que a expressão “bebidas quentes” se refere ao chá da Índia ou chá preto Camellia sinensis e ao café.”

    https://www.lds.org/handbook/handbook-1-stake-presidents-and-bishops/church-policies?lang=por&query=Palavra+de+sabedoria#17.2

    Repare que não tem nenhum parênteses na palavra Camellia sinensis, e isso se refere somente ao Chá da Índia ou Chá Preto que são as mesma coisa, e não seus derivados.

    Precisamos ensinar a doutrina corretamente. Abraço

    • Caro Irmão, não sei o que te leva a crer que a doutrina está errada. Mas caso queira podemos começar uma ótima discussão sobre o assunto, como por exemplo consultar o manual na língua inglesa no qual não há especificação do nome cientifico da erva. É fato que no manual 1, conforme você disse, não há parenteses, porém o termo encontra-se em destaque, em itálico. Agora, o irmão se surpreenderá ao abrir o manual 2, o qual a maioria dos membros tem acesso, nesse manual esta escrito exatamente como está no artigo, pois foi de lá que o texto foi extraido (veja o link: https://www.lds.org/handbook/handbook-2-administering-the-church/selected-church-policies?lang=por#21.3.11).

      Portanto afirmo que a doutrina está ensinada corretamente.

    • No manual 1 o texto está conforme você referenciou, porém no manual 2 que é de acesso livre está conforme a referencia que eu fiz. E agora? Por isso que é importante procurar saber o que é Camellia sinensis.

  4. kellen zoccoli disse:

    muito oportuno tua explicação!
    obrigada por seu amor em responder essas questões especificamente!
    um grande abraço!

  5. JeffSilva disse:

    Muito interessante o artigo e também o debate levantado pelo Samuel. Eu morei nos EUA por 6 anos. Realmente, como disse o irmão RHGC, chá em inglês (TEA) significa Camellia sinensis. É só buscar online ou perguntar para um americano. Se olhar no Wikipedia pela palavra Tea, verá que é Camellia sinensis.

    Outro detalhe que faz toda a diferença. O Manual de instruções em inglês só diz chá (tea) e café, pois eles sabem que está se remetendo a chá preto, branco, verde, e oolong, Quando eles querem se referir ao chá que tomamos aqui no Brasil, eles dizem Herbal Tea e não Tea, que são aprovados pela igreja. Enquanto em português, o manual de instruções ele é bem claro, usando o nome da planta. Portanto, tudo que vem dessa planta não deve ser ingerido. Para mim está bem claro! Obrigado pela oportunidade de debate. Abraço.

  6. Jose Manuel disse:

    Se me permitem entrar no dialogo ambos os chás são da mesma planta no entanto são processados de formas diferentes. São usados muitas das vezes no tratamento e prevenção de muitas doenças exemplo diabetes tipo 2, problemas de tensão arterial, pelo que o seu uso deve ser acompanhado por profissionais de saúde e somente se não existirem alternativas e elas existem.
    Como membro da Igreja e especialista em nutrição esta é uma questão delicada que deve ser sempre tomada de forma consciente e em espírito de oração, já que a palavra de sabedoria não são só as proibições, muitos de nossos membros tem problemas de saúde nomeadamente obesidade por não observarem também o que se deve fazer como por exemplo o exercício físico, comer menos carne no verão do que no inverno, uso de cereais e verduras etc. como mencionado na secção 89 de doutrina & convénios , pelo que a meu ver o grande problema não são as restrições mas o que se deve fazer.
    Tenho um blog em que sempre podem recorrer ou acompanhar no facebook.
    https://www.facebook.com/Hipersaude
    http://hipersaude.com/blog

    • @Jose Manuel, Caro irmão sendo você especialista na área de nutrição gostaria que você desse uma visão mais técnica no seguinte assunto: comer menos carne no verão do que no inverno.

      Minha visão no assunto seria que na época da revelação não existia meios eficientes de preservar a carne na época do verão, assim estragando mais rápido do que no inverno. Em decorrência as pessoas comeriam carnes de qualidade inferior no verão do que no inverno, qualidade essa que levaria a problemas de saúde e contaminação.

      • Camila Mendes disse:

        @Leandro Ginatto: Leandro, sua colocação está bem equivocada, parece que você não leu direito o mandamento onde o Senhor manda usar a carne “com parcimônia” e em “casos de necessidade” como no inverno onde precisamos de mais calorias. Portanto a visão do irmão nutricionista está CORRETA!

  7. Alysson kledir S. Costa disse:

    gostei muito da instrução do ginato e da indagação do samuel fiqui empolgado com o debate,gostaria de citar quando um reporte perguntou a joseph oque voce ensina a este povo.: ele disse ensino leís e principios corretos eos membros se governam, então : se houver qualquer coisa virtuosa ,amavel,de boa fama ou louvável,nós a procuraremos. 13º regras de fé.

  8. Samuel disse:

    continuação: A despeito de consultar os líderes americanos, acredito que não vai passar nem da presidência de área, pois são eles os responsáveis por nos instruir além da primeira Presidência e Quórum dos Doze.
    Meu irmão também teve a oportunidade de servir nos Estados Unidos (New York) voltou recentemente, diz não saber de orientação específica do Chá Verde mas que simplesmente os membros americanos não fazem uso de Chá. Por até surpresa de minha parte, meu irmão que foi treinado no CTM de Provo-UTAH diz quando no tempo em que serviu, teinha uma máquina de Coca-Cola dentro do CTM, isso mostra que existe polêmica em muitas coisas, muitos membros não fazem uso da Coca-Cola segundo meu conhecimento devido a um Manual de Doutrina e Convênios que diz sim não aconselhar (porém não a proibição) do uso de bebidas de cola, apesar de muitos membros fazerem uso isso não implica na qualidade de membro digno pois mesmo aqueles que bebem entram no templo, mas isso é só um detalhe mas não entra em questão do que estamos debatendo agora. Você disse que posso ver o nome científico dos produtos naturais nas embalagens, porém no Brasil isso ainda não é uma lei, é simples verificar no pacote de arroz e feijão ou qualquer outra coisa não consta o nome científico, muito menos se o alimento é transgênico, sou Biomédico e já estudei um pouco a respeito.
    De qualquer forma obrigado pelo debate foi muito útil acredito que pra ambas as partes.

  9. Samuel disse:

    Obrigado irmão Ginatto, é sempre bom esse tipo de debate saudável, faz parte de nossa intenção de sermos melhores a cada dia.

  10. Samuel disse:

    Irmão Ginatto, primeiramente não faço uso do Chá Verde, isso tudo foi apenas um questionamento da minha parte já que o site abriu a oportunidade desse debate. Fui missionário de tempo integral e tudo que os missionários ensinam sobre a Palavra de Sabedoria é a proibição de Alcool, Drogas, Café e Chá Preto, apesar do nome científico da erva do Chá estar no manual, o nome Chá Verde não é citado, e não entra em questão quando é ensinado pelos missionários, pelo menos quando servi missão não.
    Pois se realmente é proibido e pode “determinar sua condição de membro digno” deveria ser citado e ensinado pelos missionários no mundo todo.
    Sei que pode ser uma comparação ridícula mas da mesma cana de açúcar (Saccharum spp) pode-se extrair o açúcar e o álcool contido nas bebidas alcoólicas, como foi dito no site que o nome científico traz diversos tipos de chás como o Chá Branco, Chá verde, Chá vermelho e etc todos esses também deveriam ser ensinados na palavra de sabedoria ou seja seria mais fácil proibir todo tipo de chá já que de uma mesma planta pode se derivar, pois como vou saber quando for ao mercado se é derivado da mesma planta? Isso tudo é só um questionamento, apesar de não estar questionando o nome científico da planta contido no manual, essa discussão pode ir muito longe afinal existem muitos produtos que podem fazer mal à saúde, de qualquer forma agradeço a sua paciência em me responder, contudo o mais importante é nossa obediência e nossa saúde física.

    • Ginatto disse:

      Irmão Samuel, entendo a sua indagação e concordo com ela. Fico muito feliz pela oportunidade que temos de debater sobre esse assunto, espero que possamos sempre ter oportunidades como esta. Quando servi missão em 2004 também nunca ensinei sobre isso e nunca havia falado sobre isso, mesmo porque eu fiz uso do Chá Verde até o ano de 2010 por falta de conhecimento. Interessante que meu irmão que serviu nos EUA em 2009 já sabia disso pois lá a palavra de sabedoria cita TEA conforme explicado no primeiro comentário do irmão RHGC; Não sei se pegou essa época mas quando estávamos na missão e tinha aquele flipchart em palavra de sabedoria tia somente Chá escrito, e nós missionários adicionávamos a palavra preto a frente. Concordo que existem muitos produtos que prejudicam a saúde, porém como mandamento temos produtos específicos, conforme esta especificado no Manual da Igreja. Esse é um assunto que nos últimos anos esta tornando-se polemico, pois o chá verde nunca foi tão famoso. Quando falei sobre falar com o Líder Espiritual sobre isso é porque somente ele tem as chaves para determinar o que é certo, pois ele tomará sobre ele a responsabilidade do que ele permitir ou restringir aos membros. Gostaria de sugerir que se possível pudéssemos perguntar a membros da Igreja Americanos sobre o assunto, como por exemplo: Presidente do Templo e Presidente de Missão eles podem direcionar a pergunta a líderes competentes.

      Pois realmente é uma grande preocupação por ser um mandamento que determina a dignidade de membros.

      Sobre quando for ao mercado é fácil saber sobre o chá em ingredientes tem o nome científico da erva daquele chá. Quando tiver a oportunidade de ver uma caixinha de chá procure isso.

  11. Ginatto disse:

    Irmão Samuel, muito obrigado pelo seu comentário. no caso da informação do chá verde como proibição esta no Manual 1 e 2 conforme citado nesse mesmo artigo e isso é literatura da Igreja. Aconselho a todos que estão com dúvida sobre isso leiam a sessão 21.3.11 do Manual 2 (vermelho) 2010, e perguntem a seus líderes (Bispo e Presidente de Estaca) e eu tenho certeza que se a pergunta for feita a um Setenta a resposta será como esta descrita no site. Se perguntarem a qualquer membro da Igreja dos Estados Unidos a resposta será a mesma sobre o Chá verde. Mas volto a reforçar procurem seus líderes espirituais para ratificarem sobre a Palavra de Sabedoria e o Chá Verde, pois eles que são responsáveis por determinar sua condição de membro.

  12. Samuel disse:

    Por favor, Leiam…
    Muito interessante mesmo tudo o que foi dito sobre o Chá Verde, fico feliz por ter aumentado meu conhecimento a respeito…mas ainda bem que este site não é um site oficial da igreja, por isso vejo que os ensinamentos e mandamentos devo apenas me ater em materiais divulgado pela igreja oficialmente!
    Quando a igreja se refere a Chá Preto e proíbe, está apenas se referindo ao nome pelo qual o Chá é comercializado no mundo todo, tenho 28 anos de igreja e até hoje desconheço qualquer autoridade geral citando algum nome científico de determinado produto e proibindo-o, o nome é claro, simplesmente Chá Preto e não Chá Verde, acredito que se a igreja quisesse proibir o Chá Verde o nome do mesmo entraria em questão em materiais oficiais da igreja, pois quantas pessoas guardariam o nome científico da planta? ou será que o nome científico estaria estampada nas embalagens dos mercados? o mandamento é simples e claro para que todos Obedeçam…O mesmo vale pro Café, sendo a cafeína não levantada em questão, não me prendo a ação da cafeína no organismo a verdade é que até mesmo muitos medicamentos têm a cafeína para assim cumprir o efeito da medicação no organismo. O Café é proibido já a Cafeína não conheço nenhum pronunciamento a respeito. Na mesma linha de raciocínio a Erva de Coca muito utilizada no Peru e Bolívia para a obtenção do Chá de Coca tem a mesma origem da erva da cocaína (droga) sendo utilizada legalmente nesses países e traz muitos benefícios a saúde o contrário de seu produto purificado a “cocaína”, segundo meu conhecimento por tempo de igreja não conheço nenhuma proibição quanto ao uso do Chá ou Balas ou outros produtos da Coca com exceção a droga, nesses países até as crianças fazem uso.
    Irmãos vejo que segundo a palavra de sabedoria é necessário nos atermos no que a igreja divulga como oficial e principalmente conhecermos a nós mesmo com relação a produtos que venham interferir em minha saúde pessoal e bem estar. Grato.

  13. Henrique Rocha disse:

    Obrigado Ginatto.
    Muito bom o material do seu blog.

  14. lucas disse:

    muito bom, ótimo trabalho e muito esclarecedor.!

  15. edemilson mendes disse:

    Tenho uma dúvida. Todos dizem que a Coca Cola faz um mal muito grande. Por que ela não é proibida pela igreja. Ouvi até dizer que a igreja sofre pressão da Coca para não proibir. O que há de verdade nisso?

  16. aron.sud disse:

    Vocês sabem onde eu posso conseguir o livro “Regras de Fé” de James E. Talmage?

  17. adalberto j. da cunha disse:

    russell – acho que o livro que voce esta procurando o titulo e O HOMEM E AQUILO QUE ELE PENSA – DE JAMES ALLEN – EDITORA PENSAMENTO. espero ter ajudado.

  18. Felipe Lopes disse:

    Muito legal este site, adorei encontrar todos estes livros que sempre quis ler e ter.

  19. Wellington disse:

    Querido(a) Irmão (a) muito bom esse material, espero que muitos encontrem

    PS: O manual é o volume 02 e não 01.

  20. russell disse:

    Bom dia a todos

    eu estou procurando um livro chamado “Como o Homem pensa” foi escrito pelo Presidente David O. Mckay. Este livro fala sobre como os nossos pensamentos se tornam a realidade, é um livro pequeno acho que é 20 ou 30 paginas. Se vocês tiverem este livro e mandarem para este site serei bastante grato.

    ouvir dizer que tem um livro com o mesmo nome mais acho que é outro autor. procurei na internet mais não encontrei, talvez vocês tenham ai na casa de vocês.

    Obrigado.

  21. Yara disse:

    Oii… gostei mt do blog,tem livros excelentes nele!!
    Mas um livro que venho procurando e tbem é bem difícil de encontrar é o livro Regras de Fé…vc pode disponibilizá-lo aqui no blog,caso tenha ou conheça alguem q tem esse livro?
    Fico no aguardo…desde já agradeço!

  22. gfribeiro disse:

    Existe um bom grupo de membros da igreja que insistem em dizer que não tomamos café por causa da cafeína…o que não é verdade… esse tipo de explicação esconde a grandeza de mandamento dado por revelação nos últimos dias. Nós Membros da Igreja, não usamos essas substância porque o próprio Senhor quis nos Proteger dos males que estas substâncias poderiam trazer e nos alertar através de Seu Profeta. Muito Obrigado Pela Excelente explicação.

  23. Fernando.Henriques disse:

    Obrigado pelo esclarecimento eu ja havia conversado com minha esposa que a substância do Chá Verde é a mesma do Chá Preto e é bom saber também que o Chá Mate não faz parte das bebidas quentes contra indicadas pela Palavra de Sabedoria; se bem que não tomo Chá Mate por não gostar do sabor mesmo.

  24. LiNs disse:

    Simplesmente Perfeito!!! Obrigado.

  25. walfrido disse:

    uma dúvida que me acompanhava a muito tempo foi esclarecida neste artigo; grato irmãos

  26. RHGC disse:

    Lembrando também da tradução de “tea” confunde um pouco. Pois em inglês o “tea” sempre se relaciona à erva Camellia sinensis, agora, o “herbal tea” se relaciona à infusão de outras ervas, flores e etc (ex: Erva-Mate, Camomila, Canela e etc). Agora, em português a palavra “chá” é tanto para a infusão da Camellia sinensis quanto para qualquer outra erva, a única coisa que difere na palavra é usar o termo “verde, preto, branco…” (como foi dito no post). E em inglês é usado a palavra “tea” ao se referir às bebidas quentes (o que naturalmente, para eles, já se refere ao chá verde, chá preto, chá branco, chá oolong). Creio que nunca foi mencionado sobre o chá verde aqui no Brasil por não ser tão conhecido como o chá preto, mas foi muito bem explicado nesse post que a mesma erva é feito tanto o preto, como o verde, como o branco e o oolong.