Advertência aos Membros da Igreja (Primeira Presidência 1936)

ADVERTÊNCIA AOS MEMBROS DA IGREJA

03 de julho de 1936

Com grande pesar soubemos por fontes confiáveis, governamentais e outras, que alguns membros da Igreja estão se unindo, direta ou indiretamente, aos Comunistas e estão participando de suas atividades.

A Igreja não interfere, e não tem nenhuma intenção de tentar interferir, com o mais completo e livre exercício do privilégio político de seus membros, sob e dentro dos limites da nossa Constituição, a qual o Senhor declarou: “Estabeleci (…) pelas mãos de homens prudentes que levantei para este propósito” (D&C 101:80) e que, quanto aos seus princípios, o Profeta, ao dedicar o Templo de Kirtland, orou para que “sejam estabelecidos para sempre” (D&C 109:54)

Mas o Comunismo não é um partido político, nem um plano político nos termos da Constituição; ele é um sistema de governo que é o oposto ao nosso governo Constitucional, e que seria necessário destruir nosso governo antes que Comunismo possa ser criado nos Estados Unidos.

Uma vez que Comunismo seja estabelecido, iria destruir o nosso governo Constitucional Americano, apoiar o Comunismo é uma traição às nossas instituições livres, e nenhum cidadão Americano patriótico pode tornar-se um comunista ou simpatizante do comunismo.

Aos nossos membros da Igreja, dizemos: O Comunismo não é a Ordem Unida, e tem apenas a semelhança superficial da mesma; O Comunismo é baseado na intolerância e na força, a Ordem Unida no amor e liberdade de consciência e ação; Comunismo envolve despojamento e confisco forçados, a Ordem Unida consagração voluntária e sacrifício.

Os Comunistas não podem estabelecer a Ordem Unida, tão pouco o Comunismo irá realizá-la. A Ordem Unida será estabelecida pelo Senhor em Seu próprio tempo e de acordo com a ordem prescrita regular da Igreja.

Além disso, ele é acusado pelo relato universal, o qual não é contrariado ou refutado com sucesso, que o Comunismo intenta controlar, se não na verdade banir a vida religiosa das pessoas que vivem dentro de sua jurisdição, e ainda que ele alcance sua mão na santidade do próprio círculo familiar, desfazendo a relação normal entre pai e filho, tudo de uma forma desconhecida e não sancionada nas garantias Constitucionais sob as quais nós, na América, vivemos. Essa interferência seria contrária aos preceitos fundamentais do Evangelho e aos ensinamentos e ordem da Igreja. Sendo assim, o Comunismo é hostil á leal cidadania Americana e incompatível com o verdadeiro membro da Igreja; necessariamente nenhum cidadão americano leal e nenhum membro fiel da Igreja pode ser um Comunista.

Apelamos a todos os membros da Igreja a rejeitar completamente o Comunismo. A segurança do nosso governo Constitucional divinamente inspirado e o bem-estar da nossa Igreja imperativamente exige que o Comunismo não tenha lugar nenhum na América.

Primeira Presidência
HEBER J. GRANT
J. REUBEN CLARK, JR.
DAVID O. MCKAY

(Declaração publicada na Improvement Era, em agosto de 1936 pela Primeira Presidência, p. 488. Reproduzida em “O Mensageiro Publicação Bispado Presidente, outubro de 1961. Publicada na Improvement Era, em junho de 1966 como Statement on Communism, pp. 477 e 580)

 Traduzido por SUDBR © 2014

Puplicação Improvement ERA, agosto de 1936

Leia também o artigo relacionado

Um pouco de política

Um pouco de política


SUDBR © 2017. Todos os Direitos Reservados. É proibída a reprodução total o parcial do conteúdo sem autorização expressa do Editor. O material disponível para download é para uso pessoal sem fins lucrativos, você não está autorizado a distribuir este(s) arquivo(s) de qualquer forma seja eletronicamente ou por qualquer outro meio.


COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

38 Resultados

A visão exposta nos comentários não representa necessariamente a posição da Igreja. Os comentários também não representam a opinião do SUDBR. A responsabilidade é inteiramente do autor do comentário. Leia nossa Política de Comentários


  1. André Scaldelai disse:

    Lendo os comentários, fica claro a nocividade do romantismo comunista. Essa doutrina funciona como um dogma religioso na cabeça daqueles imersos nessa ilusão igualitária romantizada.

    Mesmo em contato com o evangelho de Jesus Cristo, há pessoas que confundem cristianismo com comunismo. Me faz lembrar o plano de Lúcifer, que conseguiu iludir 1/3 dos filhos de Deus com um igualitarismo idêntico ao comunista.

  2. Valdioni Gonçalves disse:

    Precisam ler mais sobre ordem unida e lei da consagração. Qdo a igreja se estabeleceu em Salt Lake as propriedades eram todas da igreja, cada família recebia uma parte (mordomia) de acordo com suas nescessidades, mas a propriedade pertencia a igreja. Caso um filho deixasse a igreja e seus pais morressem ele não tinha direito algum ao bem e era despejado. Isso acabou criando muitos inimigos principalmente para Brigham Young. Era um sistema inspirado mas as pessoas demonstraram não estar preparadas para vivê-la.

    • Qual a fonte de sua informação? Pois não é esta mesma informação que temos de um Profeta sobre a ordem unida.

      A ordem unida é um sistema [regime] comunitário? Enfaticamente que não. Nunca foi e nunca será. Ela é “intensamente individualista.” Será que a ordem unida elimina a posse da propriedade privada? Não. “O princípio fundamental deste sistema [ordem unida] É a propriedade privada” (J. Reuben Clark, Jr., Conferência Geral, outubro de 1942, p. 57).“Uma Visão e uma Esperança para a Juventude de Sião (Ezra Taft Benson)”

      Acredito que o irmão tenha alguma fonte, por favor cita-las para que possamos ler.

  3. Maria Clara disse:

    Influência da propaganda nazista e da olimpíada de Berlim em 1936. Além do mais, o acesso à informação naquela época era escasso. A imprensa nunca foi limpa e transparente, sempre houve jogos de interesses capitalistas e da manutenção do modo de vida. Além disso, muitos membros da Igreja e a Igreja inclusive são proprietários de empresas ou acionistas de grandes marcas. NÃO ACREDITO EM MOMENTO ALGUM QUE ESSA SEJA UMA MENSAGEM INSPIRADA POR DEUS, mas uma opinião pessoal da primeira presidência baseada na propaganda da época.

  4. LourencoDaSilva disse:

    ótimo usar o Google Chrome. .

  5. Tão inspirado em 1936 quanto hoje mesmo. E será sempre. Divinamente inspirado. Então, não há margem de dúvidas. Eu creio.

  6. Samuel Samways disse:

    detalhe que a coisa mais comunista que já aconteceu nos EUA foi a lei da consagração, vivida pelos pioneiros SUDs, uma lei divina superior a outras leis como a do dízimo, por exemplo.

    • André disse:

      @Samuel Samways: Amigo, a lei da consagração NADA tem a ver com o comunismo. Lei da consagração é a participação como Igreja de todos por LIVRE vontade em bem de todos e com direito de lucro sobre os seus ativos. O comunismo não existe propriedade, você é COAGIDO a dispor dos seus bens para uma suposta igualdade, na verdade, igualdade de pobreza a médio e longo prazo.

  7. LourencoDaSilva disse:

    Concordo plenamente ..e obrigado pela informação que muito nos orienta.

  8. Rodrigo disse:

    E qual seria a posição da igreja em relação ao libertarianismo?
    Sabendo que qualquer tipo de estado é imoral e fere os direitos primários do individuo, obrigando todos a participar de um sistema falho, onde ninguém leu ou assinou essa espécie de contrato social , sob ameaça de violência caso se recuse a aceitá-lo .

    • Natan B Rodrigues disse:

      @Rodrigo: Rodrigo, vou tentar lhe ajudar.
      A Igreja declarou em sua doutrina que o único governo justo que haverá é o de Cristo, previsto para o Milênio e diz que por enquanto devemos nos submeter ao governo atual. São doutrinas tiradas das cartas de Paulo, no novo testamento.
      Também acredita -se que de uma forma ou de outra o Senhor inspira homens para governar; é o que se diz sobre a Constituição dos EUA.
      Ve-se, por exemplo, no livro de Daniel que Deus tinha um relacionamento com Nabucodonosor, embora seja diferente do relacionamento com seus representantes, os profetas.
      Temos discursos recentes de apóstolos apoiando a regra de fé que diz que devemos trabalhar para a manutenção da lei, onde satisfaz ate onde possivel o questionamento (que eu tbm já tive) sobre nascermos no país e não escolher a constituição, que não assinamos.
      Não tive tempo pra colocar fontes mas pode pesquisar mais por:
      -Seções de D&C proximas da 100 falam de nossa crença sobre governos.
      -Cartas de Paulo versículos que falam sobre “potestades”.
      -Regras de fé
      -Discursos recentes de conferência.
      Abraços!

  9. Edival G Andrade disse:

    Queridos Irmãos deveremos ouvir e seguir os conselhos dos nossos lideres e profetas pois são Homem guiados por Deus Homem digno de nus transmitir as mensagem do senhor pois ele nus ama e deseja que através de nos assa obediência e atitude voltaremos a sua presença

  10. Edson disse:

    Também tenho notado uma parcela pequena de membros da igreja se unindo a partidos comunistas ou defendendo o comunismo mesmo conhecendo o evangelho de Jesus Cristo, o que muito me preocupa e portanto gostaria de deixar meu parecer a esse respeito.
    Como pode um regime diabólico como o comunismo responsável por mais de 100 milhões de mortes em todas as partes do mundo ser reconhecido por Deus como algo do bem?
    Lutamos muito pelo livre arbítrio na pré-existência e por isso viemos para a Terra e recebemos um corpo. O comunismo destrói o livre arbítrio e força as pessoas a seguirem sua ideologia macabra. Não deu certo em nenhuma parte do mundo, onde quer que tenha sido implantado o povo sofre na miséria e angústia sem uma perspectiva de futuro. Não aceitam a existência de Deus e são contra as religiões. Assim, se ainda há membros da igreja que aceita esse sistema nefasto e o defende sinto muito dizer irmão, mas o diabo os enganou.

  11. Edson disse:

    Como pode um regime diabólico como o comunismo responsável por mais de 100 milhões de mortos em todo mundo ser coisa de Deus? A igreja defende e sempre defendeu o livre arbítrio, lutarmos por ele desse a pré-existência. O comunismo destroi o livre arbítrio e força as pessoas a seguirem uma ideologia que fracassou em todas as partes do mundo. Se um membro da igreja ainda insiste em defender o comunismo sinto dizer irmão mas o diabo o enganou.

  12. Alex Pereira disse:

    Excelente termos um documento tão claro. Evidentemente, os poucos SUD já cooptados pela doutrina satânica do Comunismo sempre levantarão a voz para dizer que isso é antigo, que a Igreja mudou de opinião, que o que vale é a palavra do profeta vivo, etc, etc.
    Que fique claro: Deus não aprova nenhuma forma de governo humano, mas deixou bem claro que tolera a DEMOCRACIA. No Comunismo/Socialismo a democracia está sempre ameaçada pelas posturas ditatoriais inerentes destes tipos de governos, ainda que, muitas vezes, a ditadura esteja disfarçada de democracia através de “eleições”, que quase sempre são fraudadas em favor do governante do momento.

  13. LorGuirra disse:

    1. Obedeça
    2. Creia e
    3. Siga
    Dará tudo certo!

  14. Gilmar disse:

    O comunismo como conhecemos (ditadura do proletariado) deve realmente ser combatido ate por que seria simplesmente a mudança de uma classe dominante por outra sendo assim ainda averia privilegiados e excluidos. Foi assim na uniao sovitica , cuba, correia do norte entre outras ditaduras …quanto a china nem se pode chamar de comunista ta mais pra imperialismo .
    Existe um outro tipo de comunismo que realmente faz juz a palavra comunismo (que quer dizer tudo em comum) e tal comunismo nao existe hoje e nao a ninguem defendendo este tipo de sociedade na atualidade, mas ja existiu pelo menos em duas ocasioes .. em canudos onde todos tinham tudo em comum e nos primordios da igreja na forma de lei da consagraçao que o proprio Sr apos algum tempo revogou (temporariamente) pois o povo nao estava pronto para seguir a lei de ter tudo em comum e nos deu novamente a lei do dizimo
    Podemos dizer que o comunismo existira com certeza e seremos nos membros da igreja os primeiros a viver em uma sociedade comunista onde todos teremos tudo em comum. (Lei da consagraçao)
    Mas quero enfatizar que o comunismo imposto a força na forma de ditadura do proletariado deve ser combatido e nao somente ignorado…… quanto ao governo que esta a frente de nossa naçao entendam que este nao é comunista de nenhuma forma, na verdade ele fez um governo tao capitalista que faz inveja aos partidos de direita kkk.

    • Francisco disse:

      @Gilmar:

      Kei da consagraçao nao e comunismo

      Comunismo nao e o que vc descreveu

      Sinto muito te contrariar

      Pesquise mais

      Bom dia irmao

    • @Gilmar: Gostaria somente de fazer uma ressalva, a Lei de Consagração, ou Ordem Unida é contrária ao comunismo, mesmo no entendimento de comum a todos, A Ordem Unida preza a propriedade privada, assim meu bem não é comum a todos, somente pertence a mim, sendo assim o que é consagrada é o excedente ao meu sustento. A Visão de todos iguais com mesmo nível vem de Lúcifer e seu plano, no qual todos seriam iguais. No plano de Deus há muitas diferenças, seja em glória ou heranças, ao estudar a herança de cada tribo de israel sabemos claramente que a terra não será comum, e que alguns terão mais que outros. Mas sim, todos são iguais perante Deus no sentido que todos serão provados e terão oportunidade de ser salvos.

      • Urbano Ribeiro dos Reis disse:

        Boa menino igual em espirito, porque na lei de quem tem mais ele pode mais é bem provável que o pobre vê Deus primeiro que os ricos.

    • Vitor Muniz disse:

      @Gilmar: boa Gilmar!

  15. Em um dos compartilhamentos deste material no Facebook há uma longa discussão sobre esse tema. As pessoas rejeitam as palavras da Primeira Presidência em defesa do Comunismo. Dizem que os partidos estabelecidos no Brasil não são comunistas, o que me deixa um pouco confuso, uma vez que a maioria dos partidos são baseados em uma cartilha marxista, qual seria então um partido comunista, PCdoB? Mas se nada disso é comunismo, o que seria? Uma nação em que o Estado controla tudo? Vejo o comunismo defendido e a rejeição da advertência da Primeira Presidência. Então qual é o comunismo defendido?

    • Vitor Pezzin disse:

      Olá, Leandro. Como vai? Infelizmente a ignorância é imensurável entre os membros da Igreja, e brasileiros médios. O brasileiro não lê o que presta, prefere frivolidades e sempre busca o caminho mais fácil pra depois ostentar histrionicamente um arremedo de cultura e erudição (e essa ignorância abarca os SUDs e o que eles entendem por Ciência Política, História etc.). Simplesmente os cristãos que defendem o socialismo são aqueles que menos leram a respeito, e que menos têm condições de opinar e sair pro aí ditando regras. Não caia nesse tipo de conversa banal. O movimento socialista deve ser compreendido como algo que transcende a mera ideologia; ele é uma cultura. Obras básicas que tratam da complexidade do tema são: O Eixo do Mal Latino-Americano, de Heitor de Paola; A Nova Era e a Revolução Cultural, de Olavo de Carvalho, e tantos outros. Para mais referências: http://www.olavodecarvalho.org/ http://www.midiasemmascara.org/ http://www.sensoincomum.org e http://www.mises.org.br.

      Abraço

  16. Douglas disse:

    Nos EUA, a igreja nem era entidade mundial direito ainda. Constituição americana

  17. Alano disse:

    Entendam a revelação: quando se fala do comunismo e quando lemos um pouco mais, dada a época, sabemos que se aplica a Revolução e Luta Armada pregada pelo Politburo do Komintern, o comite central do partido comunista soviético, propagando a voz feroz de Joseph Stáline por todos os PCs do mundo na época. Se sabe que Stálin não é o baluarte desta ideologia, nem mesmo hoje os comunistas o seguem. Estão bem claras as diferenças que o Evangelho tem com o comunismo daquela época, bem diferente do comunismo de hoje, vem melhorando e amadurecendo, mas a Ordem Unida segue imutável e perfeita e eu espero tanto por ela!

    • @Alano: A Ordem Unida, pelas palavras do Presidente Benson: “comunismo não é a Ordem Unida”; ” Ordem Unida [é baseada] sobre o amor e liberdade de consciência e ação.”; “O princípio fundamental deste sistema [, a Ordem Unida, é] a posse privada da propriedade”

  18. Uilson Duarte disse:

    O que o irmãos quis dizer é que um profeta vivo é mais importante do que um Profeta morto. E a Igreja HOJE está estabelecida em países comunistas, então é melhor analisar como os lideres da Igreja tratam o crescimento do Evangelho com a geopolítica mundial.

    • O fato da igreja estar estabelecida em diversos países não muda uma revelação dada. É evidente que em países onde o comunismo está mais avançado a religião não tem espaço, afinal esse raciocínio é de Marx, não meu ou da igreja. Portanto mesmo que muitas religiões se adaptam aos costumes morais e éticos, esse não é o caso de nossa religião. Isso me lembra muito a frase de Cristo de a César o que é de César (Mateus 22:17-21), o fato de Cristo aconselhar a pagar tributos não significa que ele concordava com o governo. A igreja de Cristo foi perseguida de tal forma que seus líderes foram mortos, e consequentemente roma tomou para si a igreja pervertendo a doutrina de Cristo. Mas sabemos que isso não irá acontecer nesses dias, pois, a igreja estará estabelecida até o advento da segunda vinda, e para que isso ocorra, devemos defender nossa religião com o mesmo empenho do capitão Morôni. O Livro de Mórmon está repleto de exemplos de como os santos devem combater governos corruptos.

    • Nelson gritti disse:

      @Amauricio Cappi Junior: @Uilson Duarte: Estive em país comunista, no caso da China, participei das Reuniões dominicais, foi um bom espírito. A Igreja estabelecida dentro do território Chinês, os chineses SAO PROIBIDOS DE PARTICIPAREM DOS serviços de Adoração, NAO PODEM SER BATIZADOS, o mesmo ocorrendo em outros países como Cuba e Coréia do Norte.

      Entendo o pq da preocupação e exortação da primeira presidência na época. Em País comunista o Evangelho não é pregado.

    • Tiago Pullig disse:

      @Uilson Duarte: Irmão. Um profeta vivo não anula as revelações recebidas por um profeta morto. Caso contrário, Deus deixaria de ser o mesmo ontem, hoje, e sempre. Quero lembrar que por mais que regimes comunistas tenham aparência interessante e atrativa para alguns, existe uma coisa que esses regimes tem em comum. A liberdade das pessoas é restrita, seus direitos são cerceados, e em nenhum desses regimes, o povo elegeu o regime como sua forma governamental. Vide Cuba, Venezuela, Russia, China, Coréia do Norte e outros.
      Não vamos fazer como o inimigo, que se utiliza de meias verdades para plantar uma falsa doutrina. Ou que mescla os princípios e mandamentos, a sabedoria dos homens. O comunismo nada tem com o evangelho.
      Ore a respeito dessa questão, e das palavras do profeta morto em questão, se o irmão tem duvidas.

  19. Wellington disse:

    E o profeta vivo fala oque…..??????? Temos coisas mais importantes para falar ao Mundo.

    • Não entendi sua argumentação. Então somente é válida a palavra de um profeta vivo?

    • Amauricio Cappi Junior disse:

      @Wellington: Respondo.
      O profeta vivo, Thomas Spencer Monson, em 2008 na Conferência Geral de Abril, na seção do sacerdócio disse:

      “Como portadores do sacerdócio, fomos colocados na Terra em uma época conturbada. Vivemos em um mundo complexo, com muitos conflitos em toda parte. Conspirações políticas desestabilizam nações, déspotas procuram assumir o poder e segmentos da sociedade parecem estar sempre oprimidos, desprovidos de oportunidades e assolados pelo sentimento de fracasso.

      Nós que fomos ordenados ao sacerdócio de Deus podemos fazer a diferença. Se nos qualificarmos para receber a ajuda do Senhor, podemos educar rapazes, aperfeiçoar homens e realizar milagres em Seu santo serviço. Nossas oportunidades são ilimitadas.”

      O Profeta já havia alertado para os problemas que estava acontecendo. Os mesmos citados na carta anexada aqui. E garanto que até hoje eles só se agravaram.
      Ao estudar o Livro de Mórmon, verá conspirações para usurpar o poder acontecendo e se repetindo a cada livro. O que o Profeta disse? Para fazermos a diferença! E para educar rapazes precisamos nos educar primeiro.

  1. 12 de janeiro de 2016

    […] nossa Igreja imperativamente exige que o comunismo não tenha nenhum lugar na América (trechos da carta da Primeira Presidência, em 3 de julho de 1936, formada por  Presidente Heber J. Grant, J. Reuben Clark, Jr., David O. McKay […]

  2. 17 de março de 2016

    […] [Cópia da declaração completa: Advertência aos Membros da Igreja, Primeira Presidência 1936.] […]